LONGEVIDADE E SAÚDE NATURAL

Tratamento natural para artrite: conheça os benefícios da cúrcuma

Alicia Fernandes

Alicia Fernandes

Nutricionista, Vegana, Amante da Natureza e Alimentação Saudável

A artrite reumatoide é uma condição autoimune que afeta cerca de dois milhões de brasileiros. Hoje quero te apresentar um tratamento inovador com o uso de um ingrediente que está presente em muitas cozinhas como tempero para carnes e legumes. Estou falando do uso da cúrcuma, um tratamento natural para artrite.

A cúrcuma longa, como também pode ser mencionada, possui alguns nomes com os quais você certamente já se deparou como cúrcuma, cúrcuma longa, açafrão, açafrão da Índia ou da Terra, dentre inúmeros outros.

No caso da artrite, o que temos especialmente é um processo inflamatório crônico que envolve uma ou mais articulações, causando dor e rigidez ao seu portador.

Quem sofre com a artrite reumatoide ou AR pode ter o comprometimento das estruturas articulares e também periarticulares.

É uma condição clínica que não possui cura, mas o tratamento ajuda a reduzir a dor do paciente acometido, o edema articular, os sintomas relacionados ao quadro, sobretudo, a fadiga e interromper o progressivo dano ósseo causado.

Dentre os principais danos que a artrite reumatoide sem tratamento pode acarretar está o dano ósseo na cartilagem que pode levar consequentemente a incapacidade motora e a morbimortalidade.

Em níveis mundiais, a artrite afeta cerca de um por cento da população e pode resultar em incapacidade que compromete seriamente a sua capacidade ou desenvolvimento laboral. As causas da doença são desconhecidas até o momento e por isso não há nenhum medicamento que a cure.

Os sintomas relacionados a artrite e a artrite reumatoide se desenvolve em fases distintas que precisamos analisar.

Para ajudar você a entender mais sobre o tratamento natural para artrite, eu preparei o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessado em saber mais? Então acompanhe comigo agora mesmo!

Sintomas da artrite

Os sintomas e a manifestação clínica da artrite podem começar em qualquer idade, mas se torna mais predominante a partir da quarta ou quinta década de vida.

Pode se manifestar de maneira mais brande e leve, por assim dizer, como de maneira mais contundente e agressiva com capacidade degenerativa acentuada. Nesse segundo caso, está extremamente associada a vasculites e outras condições externas as articulações.

As articulações mais comumente afetadas são as sinovais de ordem periférica como os tornozelos, punhos e metacarpo. Não raramente pode acometer joelhos, cotovelos e quadris.

A partir do acúmulo de dados clínicos e de imagem, se faz possível traçar o diagnóstico do quadro a partir do qual deve pautar o início do tratamento para, como vimos, assegurar a retenção dos danos ósseos degenerativos e é aqui que entra o uso da cúrcuma longa.

Ainda sobre o diagnóstico, a ressonância magnética consiste no mais indicado para o diagnóstico preciso do quadro uma vez que se torna capaz de identificar alterações precoces tanto nos tecidos moles, quanto nos ossos e cartilagem.

Tratamento natural para artrite com cúrcuma longa

Como não possui cura, o tratamento da artrite é resultado de uma série de estudos. Dentre eles inúmeros pesquisadores se debruçaram para investigar os efeitos da cúrcuma longa em pacientes com artrite e artrite reumatoide.

Pesquisadores brasileiros do Centro Universitário Amparense desenvolveram um longo estudo sobre o assunto no qual atestam inclusive que a cúrcuma pode ajudar de maneira sistêmica indivíduos acometidos com o quadro.

O extrato de cúrcuma é o fármaco utilizado nesse estudo e ele é conhecido por suas propriedades medicinais. Dentre elas está o de ser um excelente antioxidante, anti-inflamatório, anti-reumático, etc.

Nesse sentido, o extrato de cúrcuma possui aplicações bem interessantes e que chamam atenção, dentre elas o fato de ser indicado para tratamento da dor muscular, da dismenorreia, entre outros.

A cúrcuma tem se mostrado de modo geral como um poderoso anti-inflamatório e antioxidante o que indica que pode ser um excelente tratamento natural para a artrite e para doenças reumáticas.

Uso culinário x uso suplementar

Como mencionei acima, a cúrcuma pode ter seu uso como um excelente tempero para carnes e legumes, e muita gente a tem em casa. Aliás, a mesma também pode acabar sendo utilizada como corante e aromatizante. Inclusive consiste em um dos principais ingredientes do curry que tem um bom apreço por aqui.

Nesse sentido, você deve estar se perguntando se apenas consumir regularmente o ingrediente em suas receitas é suficiente.

A verdade é que não é suficiente. Sabe por quê? Porque mesmo que você eventualmente consuma um valor elevado de cúrcuma diariamente, o que não seria assim tão fácil, visto que ela possui um sabor amargo característico, o corpo não consegue absorver bem o ingrediente.

A cúrcuma sozinha acaba sendo pouco absorvida pelo nosso organismo porque a sua biodisponibilidade é baixa.

A biodisponibilidade corresponde a quantidade que uma determinada substância consegue ser aproveitada pelo nosso organismo, a quantidade que realmente está disponível na corrente sanguínea para promoção dos benefícios propostos.

Para contornar o problema da biodisponibilidade da cúrcuma, uma alternativa eficaz e igualmente simples é a suplementação que aumenta de maneira substancial a biodisponibilidade do ingrediente em até dois mil por cento.

Se você adquirir um suplemento sem a combinação de diferentes compostos, feito unicamente com a cúrcuma, você estará desperdiçando dinheiro, uma vez que o seu organismo não aproveitará nem mesmo um terço do que está sendo oferecido.

Com a simples combinação da cúrcuma com outros ingredientes igualmente benéficos para o seu organismo e que ajudarão na melhora geral da sua saúde você aumentará a capacidade do seu organismo de utilizar a cúrcuma ingerida e a sua biodisponibilidade.

Dentre os efeitos esperados a partir da utilização do suplemento está a melhora dos sintomas de doenças dentre elas a artrite reumatoide, mas também pode colaborar de maneira substancial para outras condições clínicas tais como na prevenção da catarata, do Alzheimer, de várias condições na pele e igualmente de doença renal uveíte e no tratamento da esclerose múltipla.

Quando combinada com outros ingredientes como mencionei, a utilização da cúrcuma não precisa acabar sendo em doses elevadas. A sua posologia está em torno de trezentos a seiscentos miligramas três vezes ao dia com padronização de aproximadamente cerca de noventa e cinco por cento de curcuminóides.

Gostou de saber mais sobre o tratamento natural para artrite? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

Artigos Populares

Logo-Impossible-Nutrition-White-orange-400

© Copyright 2000-2021 DRS CHMATALIK E-COMMERCE SUPLEMENTOS LTDA | CNPJ: 37.364.352/0001-36 | Av Paulista 171 | CEP: 01.311-904